||         Modalidades | Remo

LINK'S DO GINÁSIO
QUANTOS SOMOS
ONDE ESTIVEMOS
PISCINA
BIBLIOTECA





 

 

 

RELATÓRIOS DA DIRECÇÃO

REMO

                                                                                      

O Remo começou a ser praticado no Ginásio em 1896, com passeios náuticos no Mondego, em Junho e em Setembro.
No primeiro destes passeios serviu de guia o barco “Tritão”, governado por Manuel Gaspar de Lemos, e no segundo disputaram-se provas entre o “Tritão” e o “Nereida”, escaleres a quatro remos.

Nas Festas de S. João do ano seguinte - 25 de Junho de 1897 – tiveram lugar as primeiras regatas entre o Ginásio e a Naval, tendo os ginasistas vencido quatro das cinco provas e terminando ex-aqueo a restante.

Em 1905 a modalidade teve grande desenvolvimento com a aquisição de dois in-riggers de quatro remos, o “Vega” e o “Altair”, sendo grandes impulsionadores nesta fase o Dr. António Rainha e Augusto d’ Oliveira.

Entre 1911 e 1924, a Taça Alzira, disputada entre a Naval, que a instituiu, e o Ginásio, originou inúmeros conflitos entre os dois clubes, que chegaram a cortar relações de 1917 a 1919. Nenhum deles a ganhou definitivamente, para o que se tornavam necessárias três vitórias seguidas. A Naval venceu em 1911, 16, 20, 22 e 23 e o Ginásio em 1913, 15, 21 e 24, não se disputando nos restantes anos. A Taça original ardeu no incêndio da sede do Ginásio em 1914 e a réplica que este Clube ofereceu para a substituir veio a arder na sede da Naval, no incêndio de 1997, pois nunca mais fora colocada em disputa.

O final dos anos 20 é marcado pelas duas vitórias do Ginásio no Campeonato Nacional de out-rigger de quatro remos, a mais importante prova da época, na qual se disputava a Taça Lisboa, troféu perpétuo e um dos mais antigos do mundo, ainda hoje em disputa, mas que em anos muito recentes passou para a regata de shell de 8.

Na década de 30, o Ginásio e Naval organizaram conjuntamente, por iniciativa do grande ginasista António Biscaia, as Regatas Internacionais da Figueira da Foz, nas quais se disputaram as Taças da Vitória e Salazar, esta em 1938 e 39.

O início da década de 50 marca o aparecimento das célebres tripulações dos “marnoteiros”, que conquistaram vários títulos nacionais, e em 1952 o Ginásio ganhou a Taça Ministro da Marinha, para a melhor pontuação obtida nos Campeonatos Nacionais.

Embora com pequenos interregnos, o Ginásio manteve-se em bom nível desde os anos 60 até ao final do século XX, mas foi sem dúvida a inauguração do Centro Náutico da Fontela-Vila Verde, em 21 de Outubro de 2000, que catapultou novamente o Clube para o topo do Remo português, com 134 títulos nacionais na década de 2001 a 2009, muitos remadores nas selecções nacionais e presenças de relevo nos Opens Internacionais da Catalunha e da  Andaluzia.

Também se salientou pela renovação da capacidade organizativa – Taças de Portugal de 2003 e 2005 e Regata Internacional Litocar, com a 8ª edição em 2013 – e pela criação, em 2006, da hoje pujante Classe de Remo de Lazer, modalidade praticamente inexistente no nosso País, à qual o Ginásio deu grande visibilidade através da organização do Circuito Náutico Turístico Internacional “Portugal Rowing Tour” em vários cursos de água do País, com a 8ª edição a realizar em Agosto de 2013 no Zêzere e no Tejo.

           Maio 2013

APOIOS E PARCERIAS

APOIOS































 


   FIGUEIRA DA FOZ

CENTRO CLÍNICO
Pedro Santos & Filhos Saúde,
 
Lda. 


Informática

 

 

 

DESCONTOS
AOS SÓCIOS


DRA. EMILIA  FALCÃO
DENTISTA


Consultório POLIVALENTE
DE S. JULIÃO



Clinica da Lapa





















 




FARMÁCIA CENTRAL




 


 

 

 

PARCERIAS
DESPORTIVAS






CNFF CLUBE NÁUTICO
DA  FIGUEIRA  DA  FOZ


 

 

 

ACORDOS
CULTURAIS

 


MEDIA
PARTNERS



 

 


 

ORGANOGRAMA
GINASIO SOLIDARIO
 
REVISTA ANUAL
PREMIOS BENTO PESSOA

SUPLEMENTOS

18.10.2019

20.10.2017